Menu fechado

Workshop – Eletromobilidade no cenário atual da indústria automotiva

Dando continuidade ao tema Eletromobilidade no Cenário Atual da Indústria Automotiva, discutido no último workshop realizado pela Tekma no dia 14 de março, estamos disponibilizando para consulta a íntegra de cada apresentação dos palestrantes convidados. A Eletromobilidade vem sendo amplamente debatida ultimamente por especialistas no setor, com muitas divergências quanto ao estágio atual do desenvolvimento dos EV´s, tanto no Brasil como no mundo.

A demanda mundial de energia elétrica vem crescendo de maneira muito significativa e para atendê-la será necessário fazer uso eficiente dos recursos naturais, através de fontes de energia renováveis como eólica, solar e biocombustíveis – o que têm ocorrido cada vez mais no Brasil – com o objetivo principal da redução das emissões de CO₂.
Neste debate, discutiu-se a possibilidade da eliminação progressiva dos carros à combustão, com a aceleração de programas de P&D dos eletrificados, como os híbridos convencionais (HEV), os híbridos flex (HEV FLEX), os híbridos plug-in (PHEV) e os elétricos movidos a bateria (BEV).

Além dos veículos de passeio, também foi apresentado o potencial dos veículos pesados, com a ampliação dos ônibus urbanos elétricos e dos caminhões médios elétricos nas operações logísticas, além da importância das políticas municipais na regulamentação destes modelos, que vem despertando interesse de grandes players internacionais com a chegada da BYD e GWM, demandando respostas rápidas e estratégicas das montadoras já residentes em nosso país.

Outro importante fator debatido foi da infraestrutura de recarga dos EV´s (ainda bem embrionária), considerando apenas os automóveis com conexão com a rede externa (BEV+PHEV) em circulação e o estudo de hubs de recarga em corredores estratégicos.
Programas governamentais como o “Mover” (mobilidade verde e inovação) e “Rota 2030” (descarbonização da mobilidade e logística) devem incentivar o desenvolvimento dos EV´s.

Um alerta muito importante foi feito quanto à utilização de baterias de íons de lítio no estado líquido, requerendo cuidados especiais no uso, no descarte, no abastecimento e na manutenção, considerando os riscos elétricos pelo campo eletromagnético criado. O uso de EPI’s corretos, como luvas e ferramentas isoladas e testadas para 1000V foi bastante evidenciado para aplicação nas oficinas especializadas, devendo-se criar uma área de trabalho adequada, com box de serviço, de preferência próximo à porta de saída, à caixa de primeiros socorros, ao gancho de resgate e ao desfibrilador, cuidados estes essenciais durante os trabalhos de manutenção.

Acesse nos arquivos apresentados no workshop

Post relacionado

Escanear o código